o Romantico e o Guri

Porra! é a mulher que me chama
vos largo a vós e me corro
que se não for para a cama
é que é hora de esporro

Caralho! como é que tu aceita
mulher dando ordem de volta?
Faz pros amigos desfeita
‘inda corre pra levar de chicota!

Te fode! que a mulher é minha
De lá sei eu e de cá sabe tu
Sofro pra meter na frestinha
senão gostasse dela gostava é de cu!

Pica! qu’isso não é desculpa
largar dos amigo e ir pras amarra
mulher não precisa ternura
se reclama apanha, só não pode na cara

Teu cu! é que precisa laço
não sabe delas e quer ser professor
tõ achando que tu é cabaço
não sabe de xota quem não sabe de amor

Boceta! eu gosto também
vai lá, pega a tua, faz que tu quer
eu tenho meu jeito e ele me faz bem
e tu, segue o rumo pra tua mulher.

Anúncios
Esse post foi publicado em versos e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s