mas hoje não…

Eu deveria caminhar pelo parque, aproveitar o sol e trabalhar nos dez quilos que preciso (e há quanto tempo preciso!) perder antes que perca a auto-estima; deveria procurar um emprego, conversar com contatos, pesquisar o que me interessa e como ocupar a vaga que me aprouver; eu deveria ligar para a advogada, resolver assunto de maior importância no que concerne meu próprio bem-estar; deveria estudar química, descobrir os preparos certos para o remédio que será posto em minha responsabilidade e como evitar acidentes.

Eu deveria desfazer-me do que é desnecessário, juntar uma grana, quitar dívidas, preparar terreno para um futuro promissor; deveria me informar sobre parentes, próximos, bem próximos, dos quais distanciei-me; deveria vasculhar as livrarias, analisar as leituras próximas, encontrar o que me interessa por prazer ou utilidade; deveria fazer o máximo no menor espaço de tempo e descobrir ainda quanto mais devo fazer.

Mas hoje é domingo, e não há o que eu possa fazer.

Anúncios
Esse post foi publicado em a vida em anexo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s