não legalizar: um ato de violência

Acho que é cada vez maior o número de não usuários que admitem só serem contra o consumo enquanto ilegal, não por considerarem uma droga/agente nocivo à saúde ou ao bem-estar.

Opiniões médicas divergem, claro, mas um proibicionista da maconha não vai ter qualquer argumento válido que não possa ser aplicado também a tabaco, álcool, açúcar, alimentos transgênicos ou, sei lá, sentar na grama.

A proibição é a prova de que não há uma democracia, não há uma valorização dos direitos individuais. Não vejo por que não destituir à força um governo assim. Não há porquê.

Concluindo, a proibição da maconha é motivo suficiente pra tomar Brasília à força e levar não só presidente mas todos os congressistas e pessoas ligadas diretamente ao governo nacional para a guilhotina.

cartaz marcha antiproibicionista

cartaz marcha antiproibicionista

O mundo inteiro sabendo da falcatrua homicida da indústria farmacêutica e neuropsiquiátrica… E o Brasil ainda rema, se arrasta e de vez em quando dá uns passos pra trás na luta mundial pela legalização.

Sei que digo isso com freqüência demais, mas muita gente ainda ignora: quero lembrar a todos os pais, educadores e demais pessoas e entidades preocupadas com a juventude que, se vocês apóiam a proibição da maconha, então vocês alimentam o tráfico, vocês matam crianças, vocês aumentam a violência em todo o país.

Anúncios
Esse post foi publicado em mundo real e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para não legalizar: um ato de violência

  1. Pingback: O Galã da Sarjeta

  2. Pingback: para que(m) serve a proibição? | O Galã da Sarjeta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s