nós (homens) nunca vamos entender

copiando e colando o post de uma amiga:

‹‹contei para um amigo meu que um dos meus maiores medos ao pegar um táxi de dia ou de noite é que o taxista me leve para qualquer lugar e me machuque. contei assim, prosaicamente, e ele ficou estupefato “putz, eu nunca tinha pensado nisso!”. eu fiquei surpresa “mas como não? o cara pode te levar para algum lugar e aí…” mas aí me dei conta: ele era homem. ele nunca vai cogitar isso como um perigo cotidiano.
ele nunca vai mudar de roupa para evitar olhares agressivos, nunca vai somar a assalto e roubo o medo do estupro – que fica lá em cima na cadeia do horror das mulheres – nunca vai temer ser filmado ou fotografado nu ou tendo relações sexuais. o homem não teme essas coisas. mas nós ainda vamos ler mais uma notícia de merda de uma garota de 15 anos que se matou pq foi filmada transando. não matando alguém. fazendo sexo. SEXO. SE XO. TODO MUNDO FAZ SEXO, RAPAZIADA. e a mulher não é incentivada a fazer, a gostar, a se descobrir. tenho dezenas e dezenas de amigas que nunca se masturbaram, que nunca gozaram, que acham que sexo é só mais uma coisa na lista de afazeres do dia – de onde vocês acham que vem isso?
vem daqui, ó: fecha as pernas, não rebola, tira o batom, bota calça, prende o cabelo, não sorria muito, não beba demais, não fale muito alto, não seja vulgar, use sutiã, use calcinha, saia só na altura do joelho, se mostra em cima não mostra embaixo, não fique falada, não seja rodada, se valorize, seja uma dama na sociedade e uma puta na cama.
meu irmão: eu vou ser o que eu quiser onde eu quiser e como eu quiser e eu não tenho que ~~~~enfrentar~~~~~ as consequências dos meus atos pq isso não deveria existir. consequência dos atos do homem que come todo mundo: renato gaúcho. da mulher que come todo mundo: é uma puta nojenta, tem que se matar.
é desgastante ainda ter que falar sobre isso, e me desculpem os 40 posts sobre a mesma coisa, mas acho que geral tá precisando levar uma sacudadela. não é pq as meninas que protestavam na frente do caribe não foram estupradas que o que aconteceu não foi horripilante. machismo é uma coisa horripilante nos menores e maiores atos, só que é tão cotidiano que as pessoas acham coisas boçais como “uma mulher que sai de decote tem mais é que ouvir” algo óbvio. da próxima vez que eu passar por uma mulher de decote, ela vai ouvir. eu vou berrar “uma mulher de decote! uma mulher de decote! extra! extra!”.
parece ridículo e é. perceber é o primeiro passo para mudar.››

Anúncios
Esse post foi publicado em mundo real e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s