desabafo

Eu não sabia que podia ter companhia além dos poucos amigos de escola que tivera anteriormente. Me acostumei, especialmente nas férias de verão, com a presença da turma de amigos e amigas do meu irmão aqui.

A Franciele sempre foi gentil comigo. Eu era uma criança, entrando na adolescência, e não tinha muita companhia que não fosse a daquela turma, e embora estivessem ocupados com suas próprias experiências em relacionamentos e outrem, ela sempre ia pra minha casa me chamar pra jogar Imagem & Ação com Rafael, que considero um irmão, o Marcelo, a Aline e alguns outros da Galera da Skina.

Foi a primeira pessoa além dos mais pais a segurar minha mão nas dela em um gesto significando uma segurança que se passa mutuamente. Eu gostava dela, me sentia bem perto dela.

Foi ela a primeira pessoa que se ofereceu a jogar Hero Quest comigo; muito quis aquele jogo e, quando meu pai me deu, de surpresa, foi uma alegria incrível só tê-lo comigo, ler as regras, criar fichas de personagem, mesmo sem ter com quem jogar. Até a Franci vir me convidar pra jogar.

Há alguns dias, Franci se foi.

Mas aqueles momentos de minha infância em que me senti realmente bem quisto estão aqui e estou feliz porque ela faz parte deles.

Obrigado por todo esse carinho, amada. Esses anos todos longe não me permitiram mostrar pra ti que cresci e que agora sei dizer que amo as pessoas, mas eu te amo.

Anúncios
Esse post foi publicado em a vida em anexo e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s