Gardel e Cláudia Liz

Fazia análise e ouvia Gardel. Em muitos de seus sonhos, Cláudia Liz se fazia presente. Com freqüência, precisava acordar no meio da madrugada e abrir a porta da cozinha para que o gato pudesse sair. As botas femininas de couro próximas à parede da sala podiam ser vistas de dentro do quarto, que não tinha porta. Se masturbava às vezes ao som de Coltrane; n’outras, ao som do rock inocente da segunda metade do século precedente. Não poucas foram as mulheres que transaram com ele ao som de Harry Belafonte, Jerry Lee Lewis ou Yoko Kanno. Apunhalara Deus em seus escritos, em atitude recíproca, segundo constava nestes. As botas foram deixadas ali por uma ex-namorada, e não as movera senão para lustrá-las ou limpar o chão sob elas. Fazia análise, ouvia Gardel e mantinha brilhosas as botas de couro da ex-namorada.

Notícias de guerra não lhe agradavam, mas não despertavam nele o mesmo interesse crítico e infelicidade que o fizera a despedida da namorada, anos antes, expressa através de uma carta onde era explicada a ele a importância de não continuarem juntos pois perdiam tempo um com o outro; que não havia interesse para eles no mundo e que não interessavam ao mundo como um casal. Nunca deveria ter sido mais que uma breve aventurava, finalizava o último parágrafo.

Observava as ruas apinhadas de pessoas passeando durante o horário de almoço das jornadas de trababalho de seus empregos fúteis, passeando durante intervalos de suas vidas fúteis.

Anúncios
Esse post foi publicado em contos & mini-roteiros, literatura & lingüística e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s