jazz

Quando perde-se tudo e
tu ainda sorri porque
sabe que o riso vai vir
– e vem!

Quando erra por callas
na chuva e rostos
risonhos de jazz te dizem
“vem!”

Ó, Marci! Ó, Luis!
Ó, Nics, Vital y famiglia!

Anúncios
Esse post foi publicado em versos e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s