Fãs de futebol e esquerdistas

Torcendo pro Ferroviários, um pequeno time do Ceará, os membros da Ultra Resistência Coral dão um bom exemplo de luta nos estádios contra o preconceito e outras formas de opressão, apoiados muitas vezes por empresários investidores e outras torcidas.

Na Europa, futebol e política estão juntos há muito tempo. Se nós que pertencemos a um clube que está mal das pernas e não tem torcida tão numerosa conseguimos causar certa repercussão, fico pensando como seria se um Flamengo ou um Corinthians criasse uma torcida como essa e ganhasse corpo, o efeito que isso causaria”, imagina Carneiro.

(…) “somos contra a Copa pela origem do nosso time, pelo que a gente defende, pelo conjunto do que esse evento trouxe de corrupção, desvio de dinheiro, superfaturamento, desapropriações”

No Ceará, torcida não ofende rival, rejeita dinheiro do clube e quer o fim do capitalismo

Anúncios
Esse post foi publicado em copa 2014 e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s