minha deprê egoísta

Pra esquecer conflitos da mente e coração, focar nos confrontos entre PM Paulista e as pessoas pobres que eles insistem em matar a mando de Alckmin.

Já não sei mais nada…
daqui, do mundo.
É de querer morrer.

Esperanza, se murió. Será que estou morto também e não sei?

Não vejo motivo pro retorno à depressão que não a miséria alheia.

Aqui, vai “tudo” bem.
Mas aqui fica em volta d’ali e de lá.

E é de onde vem os gritos — dos medos, das perdas, das dores.

E é de onde vem a fumaça — de casas queimadas, da cremação de existências pra dar espaço a ambições egoístas.

E já não há conflito no coração e na mente, e por isso sinto que morri, mesmo sabendo que não.

Anúncios
Esse post foi publicado em a vida em anexo, mundo real e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s