garrell

tu faz eu me sentir o louis garrell

tu faz eu querer ser o louis garrell

a gente faz o louis garrell

agarrar numa mão, câmera

e na outra, pau

pra ver, gozar, registrar e aprender.

E depois a gente fuma aquele cigarrinho a três falando mal do pretensionismo cultural e trocando idéias sobre pele, buceta, carinho e língua.

Anúncios
Esse post foi publicado em cinema & teatro, literatura & lingüística, versos e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s