Sobre o texto “Chupa, Dado”, de Gregorio Duvivier

Chupa, Dado!

ou apenas Carta aberta a Gregório Duvivier:

Gregorio: não duvido de que esteja certo em cada ponto apresentado aí, seja contando sua história, ou em metáfora, ou mandando o Dado chupar (embora eu goste da expressão apenas enquanto tem o mesmo valor de “ENGOLE ESSA!”, porque chupar, até onde sei, é uma delícia pra quem gosta; vai de cada um e cada uma), exceto um:

RISSOLES.

Porque aqui chamamos RISOLES (pronuncia com Ó na segunda sílaba mesmo). Aqui é Porto Alegre, RS.

Enfim, se alguém quiser confirmar se há um jeito certo, se é por região, ou se é uma tradução inexata e portanto qualquer opção está correta, fico grato.

[E fico grato também se fizerem o favor de ir contra o Aécio e sua corja. Não estou falando só de domingo. Essa turma que quer colocar o Brasil na miséria pra ter onde (em quem) pisar ainda vai aprontar muitas confusões por aí. Os próximos anos serão terríveis mesmo com eles “longe” do poder (até parece). Enfim, hora de tomar as ruas, ou as rédeas de nossas vidas, ou tomar qualquer coisa que perturbe quem quer tomar tudo de todo mundo.]

Abraço forte,

Coiote.

Anúncios
Esse post foi publicado em mundo real e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Sobre o texto “Chupa, Dado”, de Gregorio Duvivier

  1. gospel disse:

    To legal de engolir a mesma porra do PT a 12 longos anos… Então q venha a velha porra nova!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s