esmegma

Me ensurdeça com suas coxas,
por favor;
cala minha boca com teus lábios.

Esmaga meu crânio entre teus dedos
apóia teus pés a minha costela
e m’ensurdeça entre tuas coxas,
por favor.

Anúncios
Esse post foi publicado em versos e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s