feira do livro

–Sou da programação da feira do livro de poa e estou buscando autores para bate-papo.
–Sou autor independente. Sem editora. Estou lançando um de poemas, temática adulta.
–Tu consegue botar 300 pessoas no auditório?
–Nunca vi público de literatura que sabe ler se unir em grupos tão grandes.
300 pessoas é pra quem vai discutir Oprah Winfrey, Nora Roberts e David Coimbra.
–Tu já agendou sessão de autógrafos na feira?
–Não. Sou independente e não há contato da organização com editores autônomos. E também não sei se vale a pena sessão de autógrafos lá.
-Não sei. Depende se tu acha importante ter um livro sendo autografado na feira.
-Nenhum artista acha.

(…)

–Só precisava de detalhes tipo onde e data pra saber se consigo encher o auditório.
–Mas tu me disse que é adulto, daí não se encaixa. O auditório é na área infanto-juvenil.
–Eu não sou adulto, meu livro que é.

Anúncios
Esse post foi publicado em a vida em anexo, literatura & lingüística e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s