o jeito é

O jeito é caminhar e esquecer estar vivo. Foco na respiração, sentir as pernas se aliviando em alguns movimentos, tensionando noutros, sentir o piso contra os pés ou pouco senti-lo; sentir as solas dos tênis. Observar quem passa e o que passa: gente, carros, muros, postes, fiação, árvores, chão.

O jeito é não pensar mas eis que o pensamento vem e ele é todo feito da vida que se tentava esquecer: gente, passado, futuros, idéias, meios, dúvidas, caixão-solução.

O jeito é morrer pra não ter mais que caminhar.

Anúncios
Esse post foi publicado em a vida em anexo, versos e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s