o que foi?

foi a menina que perdeu a virgindade nos braços de seu pai
e foi a mãe que perdeu o filho na ira de um policial
o estudante que teve o rosto queimado no que diz-se acidente
e sua amiga, violentada e ignorada pelos pedestres ao redor

foi o acidente de carro que culminou n’outro velório
e o porre que levou mais um a vagar até um revólver
a libertinagem descuidada que cortou sua respiração
foram os anos que passamos contando corpos

porque ser adulto significa não celebrar aniversários
nem chorar cada morte senão com a garrafa na mão
envelhecemos contando os poucos que ficaram
porque o número dos que foram não sabemos precisar…

:: compre meu último livro, tempestade e calmaria ::

Anúncios
Esse post foi publicado em versos e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s