primeira audição: SIM

“Seguimos nossas vidas com-fusas e semi-breves, desrespeitando pausas, enlouquecendo maestros.” Gustavo Herscovitz

instrumentos na casa do guto

A gente vai na casa dos outros só pelos salgados e chocolates, mas sai de lá com uma energia incrível que não é só serotonina-glicose-cacau. A gente entra cheia de vontade, curiosidade, expectativas. Todas são atendidas e ainda vem de brinde essa fé na capacidade de fazer melhor: pra si e pra quem estiver em nosso caminho. “Às cinco horas, eu tive um momento!”, como cantaram Os Alcalóides. E como sou grato por esse momento! Obrigado, Guto, Thalis, Pacote, e demais comparsas envolvidos.

Começamos com uma música que chamo, em minha leitura musicalmente ingênua mas emocionalmente compenetrada, de elevante. Não só pelo que pareceu ser um diálogo consigo mesmo (não sou louco de tirar conclusões de letras alheias), mas pelo efeito do desenrolar da música, à medida que instrumentos entram, e os “ânimos” dos arranjos crescem. Después, claro, um pouco de amor sem vergonha, sem pudor de falar de amor, livre do proibir. Em suma, uma música em que o maestro, usando o mesmo verbo que ele, se permitiu. Na seqüência, um retorno a minutos no passado, a música que tocava quando entrei naquela sala, que me manteve ali alguns minutos antes de ir cumprimentar os presentes, uma música sobre o compositor que há em cada pessoa. “Acredite: há música em você! Música é um ensaio pra vida”, diz a letra, de onde tirei a frase genial que abre esse singelo post. E seguiu-se a audição, da qual não ouso me meter a falar muito porque, como disse, sou mero, e honradíssimo por isso, ouvinte.

piano do guto

Guto, eu te amo! E desculpa por todos os anos em que te chamei de ídolo quando sempre tive, e pode ter certeza que sempre soube o ter, um amigo em ti. O que vale muito mais. O lance é esse, pessoal: eu quero dizer que o Guto é uma pessoa maravilhosa, mas chamá-lo de pessoa me parece estranho quando o cara é MÚSICA. E essa música é maravilhosa.

E bem, enquanto não ouvimos o disco do Gustavo, que vai ser lançado dia 29 deste mês (e em nada tem a ver com o som que segue hehe), aqui está um vídos d’Os Alcalóides, banda no qual toca guitarra, tocando a música que citei ali no segundo parágrafo.

Anúncios
Esse post foi publicado em a vida em anexo, música e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s