O Sarau Vudu de Coiote Flores

ensaios para o sarau que realizei na última quinta-feira, 7 de julho, no RIFF.E Bar, em Porto Alegre.

Os poemas estão meio atropelados porque o editor de mp3 as coloca em sequência sem pausa. Ficou uma bagunça, e vou deixar assim porque minha cabeça só funciona na bagunça.

Primeira parte do ensaio para o sarau que realizei na última quarta-feira. Nesse ato de abertura, se posso chamar assim, a temática é poesia dedicatória e todas foram escritas para pessoas próximas a mim.

No segundo momento, os temas são humor e erotismo. Por que estão juntos, nem eu sei, e já consultei meu inconsciente a respeito. Ele também está confuso.

Terceira parte: temática variante. Um pouco de ego e exercício da loucura, exercício em poética, e impressões do ambiente.

Quarta parte do ensaio para o sarau do último dia 7. Aqui, poemas sobre morte, amizades desfeitas e, finalmente, vuduzagem, ou seja, boemia e drogadição.

Na quinta e última parte, as poesias descorrem entre amor e fúria, pra finalizar na paz do amor consagrado, da união entre amantes, da satisfação e plenitude no sentimento.

Anúncios
Esse post foi publicado em literatura & lingüística, versos e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s