segunda-feira chuvosa

A chuva regando
olhos, pele, cabelo
boca, roupas e idéias
e, em algum ali dentro,
esperança.

Os passos jogando
água pros lados e
os lábios num quase sorriso
de quem já espera sorrir

E num movimento e olhar
a descoberta de uma
caixa de cartas vazia

E a volta, mais lenta
sem o sorriso mas
lá dentro a vontade
de agùentar mais um dia

e outro e mais outro
porque uma caixa de cartas vazia
por dias, semanas ou meses
não é maior, não ousa trazer dor maior
ao sorriso que traz o momento
em que a caixa de cartas trouxer
o sorriso, aquele há tempos na espera
de ser sorrido.

Anúncios
Esse post foi publicado em versos e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s