terror moderno

Você finalmente decide se afastar da cidade grande e curtir a natureza. Nada além de arvoredo por todos os lados e, pra melhorar ainda mais o clima, um rio e um barquinho pra você atravessar e pensar na serenidade da vida. Em seu pequeno barco, fazendo a travessia com calma, começa o terror da solidão, de estar no meio do nada que não é nada absolutamente porque, afinal, tu está cercado de vida, vida por todos os lados e sons que não consegue distinguir, nomear, sequer saber precisamente de onde vêm; E é aí que você nota, enquanto segue o fluxo calmo das águas, uma figura humana na margem à sua direita. Se assusta, mas logo pensa que pode ser apenas o efeito ótico de um subconsciente apreensivo. Só que aquela figura muda de direção à medida que você avança rio abaixo. Ela está, sim, te fitando. E você conclui isso porque está olhando diretamente pra ela, sem desviar.´E aquela figura humana levanta um braço e abana pra ti. Você decide remar para a margem contrária a ela, mas à medida que se aproxima dessa outra margem, o que pareciam pontinhos brancos aleatórios, possivelmente reflexos do sol sobre pedras claras, são pedaços de papel. Muitos, muitos deles. Tenta se convencer de que é algum tipo de recado aterrorizante deixando por aquela mesma figura em outra ocasião, mas não, você sabe: são boletos. Vários deles, boletos de todos os tipos. E à margem direita, aquela mesma figura a te fitar.

E aí: o que você faz? O QUE VOCÊ FAZ???

Anúncios
Esse post foi publicado em contos & mini-roteiros e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s