Arquivo da tag: conto

um conto em andamento

esse é um conto que eu comecei a escrever em 2006. vou postar o início aqui, não terminei ele mas o que boto aqui é literalmente o rascunho da introdução (sério, eu não corrigi nem os erros de português). já … Continuar lendo

Publicado em cinema & teatro | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

clube do perdedor

bem-vindo ao clube dos perdedores! (— dizia o cartaz à entrada da pequena casa de árvore, (mal) construída no jardim atrás de onde passou toda sua vida, com seus pais e o irmão mais velho. incapaz de construir um bom … Continuar lendo

Publicado em contos & mini-roteiros | Marcado com , , , , , , , , , , | 1 Comentário

fofo demais

eles sempre querem mais e eu sou só um. essa é a verdade entre eu e meus amigos, não pra parecer cruel nem nada do tipo, mas entendam, eu era o cara carinhoso da turma, e as pessoas gostam de … Continuar lendo

Publicado em contos & mini-roteiros | Marcado com , , | Deixe um comentário

conto de natal

o natal chegava na casa dos Brande-Salgado carregado de tristeza. o pai falecera recentemente, e a família inteira estava longe de se conformar. Katrina, a mais jovem das crianças, não falara uma só palavra no velório nem nas semanas seguintes. … Continuar lendo

Publicado em contos & mini-roteiros | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

ele se foi (2003)

ele se foi. quase sem aviso, se foi. muitos jamais entenderiam o porquê, enquanto para outros não podia ser mais óbvio. aquele garoto fraco e mal-cuidado, mas ainda e boa aparência, simplesmente fez o que lhe cabia. não havia um … Continuar lendo

Publicado em contos & mini-roteiros | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

quando a revolução começou

quando a revolução começou, eu estava em meu quarto, lendo um livro do ken follet. não tinha televisão, por tanto demoraria até saber do que se passava, já que tudo se organizara em extremo sigilo. eu não fazia parte daquilo, … Continuar lendo

Publicado em contos & mini-roteiros, literatura & lingüística | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

dor, frustração, penitência

e nada de sexo, palavrões, algolagnia ou ironia nesse post. ah, só ironia, por que nenhum dos redatores aqui é de ferro. -o editor demorou-lhe a acreditar no amor. depois de tantos anos sozinha, entregue à poligamia, finalmente se apaixonou. … Continuar lendo

Publicado em contos & mini-roteiros | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário