Arquivo da tag: deves

in memoriam

escrito a 24 de junho de 2016 eu só queria alguém que entendesse e ouvisse todas minhas piadas alguém que botasse meu cerebro numa discussão legal, mas soubesse me abraçar quando eu quisesse ficar quieto porra, só queria algo em … Continuar lendo

Publicado em a vida em anexo, versos | Marcado com , | Deixe um comentário

que bagunça, cara…

Quase quatro meses e não consigo traduzir um texto sobre saúde masculina sem desatar a chorar… Mas isso é saudade, não? E como é bom te amar, cara. Como é bom te amar pra sempre. Encolhido num sofá e chorando … Continuar lendo

Publicado em a vida em anexo, versos | Marcado com , , | Deixe um comentário

mais uma

Só mais um maço de Pielroja e outro de L&M, por favor. Depois me mandem para à frente do batalhão, bradem seus punhais ou tragam a cruz que considerarem de tamanho justo. Talharei eu mesmo meu crime na madeira, afiarei … Continuar lendo

Publicado em versos | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário